Quando fecha a pesca? | Piracema e Defeso 2022 – 2023

Quando fecha a pesca? – Preservação é assunto sério quando se trata de pescaria responsável! Além de entender sobre a pescaria esportiva, na qual o método pesca e solta auxilia na manutenção e preservação das espécies, o pescador precisa saber sobre o tempo de Piracema e Defeso das espécies. Continue a leitura e entenda mais sobre quando fecha a pesca, porque isso ocorre e qual a relação com a sustentabilidade.

quando-fecha-a-pesca-2022

O período de Piracema e defeso é um marco no calendário do pescador, pois diferentes leis entram em vigor nos meses abrangentes.

Seja iniciante ou experiente, o pescador precisa estar atento nas leis de cada estado para praticar uma pesca responsável, segura e legal.

Entenda o que é a Piracema e quando fecha a pesca

A palavra Piracema vem do Tupi e significa “subida dos peixes”: “pira” representa “peixe” e “cema”, “subida”.

Portanto, Piracema é o período em que os peixes sobem o rio para realizar a desova, após a reprodução. É um momento importante e delicado, que cabe ao pescador respeitar.

Como a pescaria esportiva valoriza a biodiversidade, é de extrema importância entender como funciona a Piracema e aprender boas práticas nesse período, para que a reprodução, desova e manutenção das espécies não sejam afetadas.

Como funciona a Piracema na prática?

pesca-e-solta-piracema

Dias mais quentes, chuvas frequentes e a água mais oxigenada são sinais de que esse período está iniciando.

A natureza é inteligente e apresenta aos peixes sinais e condições favoráveis para que possam se agrupar em grandes cardumes nos rio, preparando-se para o tão esperado momento de subida.

O aumento das chuvas automaticamente ocasiona um aumento no nível dos rios, que transbordam e facilitam a subida dos peixes, que buscam chegar às cabeceiras, lagoas, marginais e alagadiços.

É na subida do rio que as gônadas, ovários e testículos dos peixes amadurecem, portanto é essencial que aconteça essa subida. Enquanto isso ocorre, eles alcançam os locais de desova. É um fluxo natural e cíclico.

As águas mais quentes e turvas também fazem parte das condições favoráveis para o acasalamento e desova, pois auxiliam na proteção contra predadores.

Os peixes chegam maduros e prontos para o acasalamento. A partir desse ponto, a fecundação resulta em milhões de ovos que descerão o rio ou se desenvolverão nas lagoas marginais, também conhecidas como “berçário” dos peixes.

A água é o habitat natural dos peixes, que tem um funcionamento cíclico, inteligente e estratégico, o qual se repete anualmente e garante a reprodução saudável e natural.

Cabe aos pescadores respeitarem ao máximo esse período, valorizando a biodiversidade e atuando como amigos dos peixes, tomando o cuidado necessário para não atrapalhar a piracema.

Piracema X Período de Defeso: qual a diferença?

Apesar de estarem conectados, Piracema e Defeso são coisas diferentes.

Enquanto a Piracema é o fenômeno de migração dos peixes para a reprodução, o Defeso é o período que se protege o peixe, ou seja, em que a pesca é evitada ou remanejada em leis e regras.

O Defeso é a legislação que protege as espécies durante a Piracema, ou seja, é o conjunto de leis aplicadas para garantir o período de reprodução e desova. Além disso, é na legislação do Defeso que se determinam as datas oficiais que garantem e protegem a Piracema. A partir disso, são criadas as leis.

De acordo com a Lei Federal de proteção do Meio Ambiente, durante a Piracema é proibido a captura, o transporte e o armazenamento de espécies nativas, assim como espécies para fins ornamentais.

Materiais perfurantes – como arpão, bicheiros e lança – também são proibidos nesse período.

“Mas, e quanto à pesca esportiva, no método pesca e solta?”

Continue a leitura para compreender quando fecha a pesca e se organizar para praticar dentro da lei, pescador!

Piracema e Defeso: quem determina e fiscaliza?

As Leis e Instruções normativas referentes ao Defeso no período da Piracema são elaboradas e regidas pelo Poder Legislativo – tanto federal quanto estadual.

Já a fiscalização, ou seja, de fato conferir a pesca na prática, é feita por instituições como a Polícia Militar Ambiental, Delegacia do Meio ambiente, Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Ibama.

A fiscalização acontece em campo, tanto na água quanto nas estradas e pontos de vendas de peixes, para que seja possível averiguar o que está sendo transportado e/ou comercializado, no caso da pesca extrativista.

É importante frisar que cada região do país pode ter leis diferentes, apesar de o período de Defesa ser bastante similar. Portanto, deve-se consultar a legislação do local onde o pescador irá praticar a pesca.

Além disso, as regras variam entre tipo de pesca: comercial e amadora, por exemplo, tem regras diferentes.

Pescaria esportiva: Na piracema, é permitido pescar no método pesca e solta?

quando-fecha-a-pesca-rio-araguaia

Se o período de Defeso da Piracema existe para respeitar o período de reprodução e desova dos peixes, garantindo a manutenção das espécies, será que é possível pescar na modalidade esportiva, em que o peixe é devolvido ao seu habitat natural?

De acordo com estudos, a prática de pesca e solta não diminui a taxa de sobrevivência dos animais, desde que o pescador tenha cautela e valorize, acima de tudo, a vida do peixe.

As legislações variam conforme cada estado, isso é fato. Portanto, lembre-se de averiguar como funciona no local onde você for praticar.

Porém, no geral, o Pesca e Solta não afeta a Piracema, já que nos rios onde é liberada essa modalidade os peixes já iniciaram a subida antes, portanto já fizeram a desova.

Na Piracema, a pesca esportiva pode ser realizada em áreas não restritas, porém com alguns cuidados: o pescador deve utilizar anzol sem fisga e é preciso ter o porte da carteira de pesca amadora.

Licença de pesca para pescaria esportiva

É indispensável ter licença para pesca, pois esse documento indica às autoridades responsáveis, que atuam na fiscalização, que o pescador é praticante da pescaria esportiva – diferente da pesca para fins comerciais e/ou de transporte, que é proibida, pois de fato afeta a Piracema.

Além do cuidado com o momento de reprodução e desova dos peixes, um dos principais motivos para a proibição da pesca predatória durante a Piracema é a grande concentração de peixe subindo os rios.

Como estão em cardume (vários peixes juntos), se tornam presas fáceis. Se fosse liberada a pesca para fins comerciais, o resultado final seria um grande desequilíbrio ambiental.

Saiba quando fecha a pesca e organize a sua pescaria!

Pescador, pode ser que agora você esteja se perguntando “afinal, quando fecha a pesca?”, certo?

Para compreender quando fecha a pesca, é necessário ter em mente que há algumas variações conforme estado. As datas referentes a todas as bacias podem ser consultadas no site do Ibama, clicando aqui.

Na bacia Araguaia-Tocantins, onde está localizado o Cantão Fishing Resort, as datas são divididas em duas:

Para o Pirarucu, em específico: a pesca fecha de 01 de outubro a 31 de março.

Já quando se trata de todas as espécies, o Defeso vai de 01 de novembro a 28 de fevereiro.

O órgão também afirma, no documento, que:

– A pesca amadora (na modalidade esportiva, Pesca e Solta) é permitida em reservatórios;

– O transporte no Defeso necessita Guia de Trânsito;

– É permitida a pesca de 3kg a 5kg/pescador/dia para consumo local (a variar conforme a bacia).

Onde pescar no período de Defeso?

Como você pode perceber, na Piracema a pesca esportiva é liberada em alguns estados, com regras e leis que variam. Por isso, é preciso analisar e escolher com atenção o local para pesca no período de Defeso.

Durante o período, é possível pescar de modo embarcado e desembarcado, em áreas não restritas, como áreas particulares, reservatórios e represas (desde que distantes de 500 metros de rios e nascentes).

Essa pescaria, é claro, segue a modalidade Pesca e Solta.

E, o que melhor do que garantir a pescaria responsável, sustentável e legal se hospedando em um resort de pesca que oferece todas essas garantias e muitos outros confortos?

Situado às margens do rio Araguaia, próximo à Ilha do Bananal, o resort de pesca Cantão é um santuário ecológico que abriga uma grande variedade de qualidade de espécies, que vão desde os pequenos Piaus e Pacus até as gigantescas Piraíbas e Pirararas.

Acomodações de luxo extremamente confortáveis, restaurante de alta gastronomia, guias nativos especializados em pesca esportiva, locação de equipamentos e atrações para toda a família: isso sim é qualidade de vida – e de pesca -, não é?

Agora que você já sabe quando fecha a pesca e como funciona a pescaria no período de Defeso da Piracema, venha viver o Araguaia no melhor e mais belo resort de pesca da região.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Email
Telegram

Reserve sua estadia

Para verificar disponibilidade e tarifas, preencha o formulário abaixo e entraremos em contato com você em até 24 horas.