Pescaria no Araguaia: a melhor localização para pescar diferentes espécies

Pescaria no Araguaia. O Rio Araguaia, um dos rios mais piscosos do Brasil, atrai pescadores de todo o país que buscam diversidade de espécies e os tão almejados troféus da pescaria: os famosos bagres grandes, como o Pirarara e o Piraíba. Se você está buscando onde pescar na próxima temporada, prepare os anzóis, continue a leitura e entenda por que investir na pescaria no Araguaia

Pescaria no Araguaia: o “carro-chefe” dos rios

A pescaria, seja como hobby ou esporte, não é brincadeira: quem é pescador, seja iniciante ou já bem experiente, leva a prática a sério e busca as melhores condições para a pescaria. Da localização à temporada de pesca, das iscas aos anzóis específicos, tudo é pensado e analisado.

Afinal, a pescaria esportiva demanda abrir um espaço na agenda, se deslocar até algum lugar e muitas (e boas) horas de prática. 

Se o objetivo é só fisgar peixes diversos, relaxar e garantir um tempo de lazer offline, também não é motivo para escolher a localização na sorte.

O Rio Araguaia, ou em sua etimologia “rio das araras mansas”,  leva o primeiro lugar quando se trata de pescaria de qualidade, especialmente na região ao final da Ilha do Bananal.

Com mais de 2.000 quilômetros, o rio faz parte da bacia hidrográfica Tocantins-Araguaia, uma das principais bacias do país.

Com uma extensão imensa, o Araguaia banha os estados de Goiás, Mato Grosso, Tocantins e Pará. 

Não é à toa que é um espaço natural tão buscado por turistas e pescadores, afinal, os estados banhados reúnem uma biodiversidade imbatível, que se deve ao fato de fazer parte de uma região de transição entre dois biomas muito importantes: Cerrado e Amazônia. 

Pescaria no Araguaia: diversidade de peixes – o berço dos “peso-pesado”

Pescador que é pescador nato é encantado pela biodiversidade e valoriza a natureza e as espécies, buscando preservar ao máximo.

Para isso, dedica tempo ao estudo de espécies para entender como pescá-las corretamente, afinal, diferentes equipamentos de pesca funcionam para diferentes peixes. Assim é possível não apenas fisgar a espécie cobiçada, mas também fazer da maneira correta para preservar, no método pesque e solte. 

A pescaria no Araguaia é o palco perfeito para que todos os estudos, tentativas e práticas sejam feitas: com uma biodiversidade sensacional, o Rio Araguaia abriga diversas espécies cobiçadas pelos pescadores, tais como: Piraíba, Pirarara, Pirarucu, Pintado, Tambaqui, Tucunaré, Cachara, Aruanã, Cachorra, Bicuda, Bargada, Barbado, Pacu, Piranha, Mandi e muitos outros! Em uma pescaria no Araguaia, o que não falta é diversidade e a pesca de peixes altamente almejados pelos pescadores, que são como troféus no histórico do pescador: os gigantes de couro considerados os “peso-pesados” da água doce.

Pescaria de Pirarara e Piraíba no Rio Araguaia

Os bagres são um dos grupos de peixes mais populares do mundo, especialmente na prática da pescaria esportiva. 

Também conhecidos como peixes de couro – por não terem escamas -, são muito abundantes e tem tantas espécies diferentes no seu próprio grupo que fica fácil entender porque são tão buscados pelos pescadores. 

Quando se trata dos grandes bagres da América do Sul, são ainda mais cobiçados: a pescaria de pirarara e piraíba é a meta de pescadores esportivos de todo o país, que vão até a localização ideal para fisgá-los e conhecer de perto as espécies.

Robustos e com características impressionantes e únicas, Piraíbas e Pirararas  são troféus dos pescadores, que gostam mesmo de um desafio e vão atrás da conquista!

O Rio Araguaia, com uma extensão tão grande e pontos específicos para uma pesca perfeita, é um dos “points” dos pescadores, em especial nos locais mais reservados, como na excelente localização do Cantão Fishing Resort, que compreende tanto a reserva do Cantão no estado do Tocantins quanto o final da ilha do Bananal, a maior Ilha fluvial do mundo

Pesque e solte: pescaria de pirarara, piraíba e demais peixes com foco em preservação 

Seja por lazer, diversão, busca por desconexão das redes sociais ou uma fuga da rotina agitada da cidade, a pescaria esportiva é uma atividade muito praticada e cada vez mais procurada por pessoas de todas as idades.

A pescaria esportiva se baseia no pesque e solte, ou seja, o objetivo é fisgar o peixe tomando cuidado com a oxigenação dele e garantir que ele siga vivo no seu habitat natural.

O pescador pode, é claro, fotografar, registrar dados (como tamanho, peso e afins), mas no final devolve o peixe ao seu habitat, mantendo a preservação da biodiversidade local. 

Além de ter como foco o hobby, descanso e lazer do pescador, a pescaria esportiva é também uma modalidade que envolve convenções entre pescadores, ou seja, existem grupos, fóruns e até mesmo competições. 

A pescaria no Araguaia é totalmente focada na prática esportiva, tanto que há a Lei da Cota Zero: durante a temporada de pesca é possível praticar e até mesmo consumir algumas espécies de peixes nas margens dos rios ou nos ranchos, mas é proibido transportar nas rodovias. 

O foco é o turismo sustentável, responsável e de preservação da natureza. Incrível, não é?

Pescaria no Araguaia em resort de pesca de localização privilegiada: a chave do sucesso

Não é à toa que a região do Rio Araguaia recebe cerca de 18 mil pescadores amadores, anualmente, que buscam uma localização privilegiada para a pescaria: a biodiversidade é imensa, há cerca de 300 espécies de peixes e as paisagens são de tirar o fôlego.

A região do Rio Araguaia, além de ser o palco ideal para uma pescaria de qualidade e diversificada, oferece paisagens naturais que encantam turistas que buscam férias e momentos de lazer em meio à natureza.

Que atire a primeira pedra quem nunca ouviu que a pescaria é uma atividade desgastante, cansativa a fins. A boa notícia é que isso ficou pra trás: não precisa ser assim.

A pescaria envolve, sim, muito trabalho físico e mental, além de estudos e práticas. Mas, hoje, há uma excelente opção para curtir a pescaria e não se preocupar com o restante: o resort de pesca em localização privilegiada.

A pescaria esportiva, em um resort de pesca totalmente voltado a esse objetivo, conta com todas as facilidades para os pescadores: equipamentos, guias, networking e acomodações para os pescadores, tanto para grupos de pescaria ou para famílias que buscam tempo de qualidade.

Resort de pesca no Araguaia: diversidade de peixes, conforto e lazer 

Se há um lugar para unir a pescaria com tempo de qualidade e lazer offline, esse lugar é o Araguaia. 

E, para garantir conforto, acomodações confortáveis e toda a estrutura necessária para uma pescaria de sucesso, a hospedagem em um resort de pesca no Araguaia é a pedida perfeita para sua próxima pesca.

A beira do Rio Araguaia inteiramente à disposição, equipamentos disponíveis para locação, acomodações, restaurantes de alta gastronomia e toda a estrutura voltada a oferecer conforto e tranquilidade para que você possa focar apenas na pescaria: já pensou que demais?

O resort de pesca é, também, o ambiente ideal para trazer a família e amigos para dias de descanso, lazer e até mesmo nas férias das crianças. Que tal repassar seus aprendizados e transformar a pescaria em uma tradição familiar?

O Cantão Fishing Resort, localizado no final da Ilha do Bananal – situada entre os rios Javaé e Araguaia -, na reserva ambiental do Cantão, é o ambiente ideal para uma pescaria de sucesso: a Ilha do Bananal é considerada a maior ilha fluvial do mundo e o Rio Araguaia é o de maior abundância de peixes no Brasil. Assim não tem erro!

Prepare as malas e os anzóis e venha viver o Araguaia em uma experiência de pesca completa e única.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Facebook
WhatsApp
Email
Telegram

 

Reserve sua estadia

Para verificar disponibilidade e tarifas, preencha o formulário abaixo e entraremos em contato com você em até 24 horas.